Take Away Show

Há anos eu acompanho esse projeto “A take away show”, do Blogotheque, que já foi assunto de vários posts no meu antigo blog. É muito legal ver um artista que você curte tocando num lugar inusitado sem qualquer produção, especialmente se o lugar que ele toca é no meio da rua de forma inesperada, assim como foi com o Phoenix, Aloe Blacc, que me fez chorar de emoção ao assistir (fiquei ainda mais fã do Aloe), entre outros. Para os que caíram de paraquedas, o “Les Concerts a Emporter” (aka “A take away show, em inglês) já rola desde 2005, criado pelo Vincent Moon. Nesse primeiro ano o projeto contou com The National, Bloc Party, Arcade Fire, Sufjan Stevens, entre outros, lembrando que 2005 a maioria desses nomes ainda não tinham alcançado o sucesso que tem hoje. Já passaram também Sigur Ros, REM, Fleet Foxes

No ano passado foi a vez de ver o Thiago Pethit, numa edição especial que o Vincent Moon fez na sua visita ao Brasil:

A surpresa de ontem foi ver o Cee Lo Green, que participou do projeto tocando num estúdio em St-Denis, em Paris, sem qualquer artifício. Sempre acho que nesses momentos a gente pode ver o quanto o artista é de fato bom, seja no palco com milhares de pessoas à sua frente, seja num lugar qualquer sem nenhuma plateia; ele vai, canta e nos emociona.

Leave a Reply

  • (will not be published)